meditacao

De onde vem a raiva?

Oi,Hoje quero compartilhar um lance que eu escutei e me fez refletir bastante e tenho usado como referencia.Eu gosto de escutar áudios quando viajo sozinha, ou antes de dormir. Escuto audio livros, palestras, cursos, podcasts...O que quero falar aqui foi a ultima palestra que escutei assim… uma parte dela… a parte da laranja.

A Palestra é do Dr. Wayne Dyer.

Ele pergunta assim pra plateia:“Quando você espreme uma laranja, o que sai de dentro da laranja? "Suco de laranja né? Você nunca vai espremer a laranja esperando que saia suco de limão ou de tangerina, da laranja só vai sair mesmo o suco de laranja.Como é que aquele suco entrou ali a gente não sabe, é uma coisa meio magica,natural, mas se esprememos a laranja sabemos que o resultado vai ser um suco de laranja.E aí ele explica que raiva é assim. A raiva não aparece quando alguém provoca e sim que a provocação funciona como a espremida e o que sai é o que já estava lá dentro.A gente acha que está com raiva porque foi provocada mas a verdade é que a raiva estava ali acumulando, o que aconteceu mesmo foi só a espremida.Já percebeu que a mesma situação que te deixa irritadíssima, se acontece com outra pessoa ( a que não vinha acumulando essa raiva ) não irrita, ela deixa passar ( não dá atenção, não afeta) e você fica lá meio que sem entender, como pode você não reagir (com raiva)?Não é porque uma pessoa é boba e a outra não se deixa “fazer de palhaça”! E´ só o que é que tem ali dentro, no momento da "espremida".O importante disso é que essa energia sendo acumulada muitas vezes é subconsciente, a gente não percebe.Então raiva não é reação, não é justificada, o jeito como você escolhe lidar com qualquer situação é que está em foco aqui. O que já está aí dentro. E está ali porque você permite, preste atenção nos seus pensamentos.Raiva é um exemplo, pode ser medo, dor...[bctt tweet="O importante é focar no que tem aí dentro, o que você está permitindo entrar? "]O que saí de você quando você é espremida ( pressionada)? Juli Andrada - LIfe Coach

Aqui entra a importância da meditação e das afirmações.

A meditação ajuda a manter essa conexão, com seus sentimentos, com seu poder, sua inspiração, com o que é importante pra você.E se a gente mantém essa conexão, é difícil reagir logo com raiva, né? Muito difícil.As afirmações, elas mantêm o subconsciente sob controle. Estamos tomando o controle do que estaria em piloto automático e esse piloto automático, por vários motivos, cravados durante tantos anos, tende a ser mais negativo. Esse piloto automático geralmente não acha que você é capaz, ele acha que você é feia, ou gorda, ou que você ainda não sabe o suficiente ou que tudo sempre dá errado mesmo, ou que você não merece isso ou aquilo…E as afirmações chegam pra tomar o lugar desse piloto automático, a gente começa a escutar essa musiquinha lá no fundo, tocando, dizendo que não somos capazes… a gente escuta e repete “ Sim, eu sou capaz! Eu me sinto confiante! “ E uma outra hora a gente pode escutar uma outra coisa e repetir “ Eu estou muito feliz pois tenho um corpo lindo e saudável “ E outra hora a gente fica simplesmente repetindo afirmações, fazendo meditações guiadas, só como um exercício mesmo, pra mostrar que agora estamos no controle, agora esse barco vai pra onde eu quero que ele vá, e eu quero um monte de coisa boa e estou feliz, contente, agradecida…Se espremer essa laranja, sai mesmo um suco de laranja super lindo, vibrante e doce .Juli Andrada ( juliandrada.com)Abraço!Como você interpreta esse texto? Me conta aqui embaixo?