Técnica rápida para mais energia e inspiração

Oi incríveis, 

Hoje, durante meu ritual matinal, eu senti vontade de fazer um exercício de respiração ao invés de yoga. 

Pesquisei por breathwork no YouTube e achei um que me chamou atenção, conduzido pelo Wim Hof, o famoso iceman (homem do gelo).

Fiz dois exercícios dele, um é mais extenso e eu não vou saber compartilhar aqui, mas esse outro ele ensina como uma ferramenta antiestresse. Para aqueles momentos que você tem que dar uma recalibrada no sistema e ele diz que essa técnica também ajuda a entrar em forma. 

Eu vou pular a parte onde ele explica porque isso funciona. Eu acho que o melhor é testar e ver como você se sente. 

Em um outro vídeo que compartilhei há algum tempo, compartilhando uma outra técnica de respiração. Comentei que tenho me sentido atraída para fazer mais disso. Pois estou percebendo que a respiração é uma técnica que pode nos ajudar bastante a ajustar, e, nos adaptarmos a esses momentos de rápidas transformações. 

 Então, vamos lá. 

A técnica: 

Você vai precisar de:

-Cronometro pra marcar 2 minutos. Pode digitar cronometro no computador ou usar o celular. 

-E um espaço no chão para fazer umas flexões. 

Se você não estiver acostumada(o) a fazer flexões, procure aprender para ter uma boa forma, tá? 

Durante esse tempo você vai recalibrar o corpo respirando com vontade mesmo. 

Pela boca. 

Quando inspirar, sinta o ar indo para a barriga, depois pulmões, depois cabeça, sinta que está enchendo seu corpo completamente de ar. 

E quando expirar, sinta o corpo se esvaziando. Sinta o poder disso. Foque. 

Se sentir-se levemente tonta(o), sabe, aquela sensação um pouco desconfortável? É que seu corpo ainda não está acostumado com isso, Ele te instrui a focar na respiração, como se a respiração estivesse te livrando do desconforto. Use o bom senso, esse não é um exercício de hiperventilação. 

Preste muita atenção em seu corpo. 

Quando passarem os 2 minutos, você vai para a expiração, com o corpo vazio, sem ar e comece a fazer as flexões…. Mantenha-se sem respirar enquanto faz o máximo de flexões possíveis. 

Esse momento sem respirar é bem tranquilo, não estará com seu corpo tenso de forma alguma. 

Você vai perceber que ficará cada vez mais fácil fazer as flexões. Se no início fazia 5, 6 e já tinha que parar para se recuperar, agora conseguirá fazer 20 sem parar. 

Eu estava contando mais de 10 achando fácil e impressionada, porque geralmente depois de 6 direto, eu paro. Porém desta vez tive que parar porque comecei a rir do meu marido, que quando escutou a instrução de que era pra fazer isso sem respirar, ele disse: “Ooooh!” Hehe.

Quando chegar no limite de flexões e/ou respiração, pare. Respire normalmente. Perceba como está se sentindo agora. 

E use isso sempre que estiver tendo um dia estressante, quando bater aquele cansaço a tarde… use quando quiser. 

Gostou? 

Se você já faz me conta? E você que vai fazer ainda, também! eeeee

Abraço e pulinhos, 

Juli.